domingo, 12 de abril de 2009

Delírio

Passou a mão nos cabelos, olhou pro lado e se viu no vidro do carro estacionado. Estranha...
Tinha nas costas a mochila entupida de bolacha, livros e lápis.
No pé, o tênis sujo. Na cabeça milhares de pessoas, palavras, notas e livros, e mais livros...
“E se eu achar o resultado da hipotenusa eu percebo que Policarpo de Quaresma poderia não estar tão doido assim... Nooow ... I’m gonna love youuuu.... till the heaven stop the raaaain...”
Tropeça numa pedra e sente o vulto de um ônibus desenfreado ao seu lado.
Susto.
Repõe o fone no ouvido e continua seu trajeto, sem olhar pra nada.
Estranho... Mas já se acostumou.

Nathalia.

5 comentários:

Nathalia Barbosa disse...

Manu Manu! Postei xD

Querido Blog, disse...

Very nice!

Ray Ataíde disse...

escreves bem, muié...

-=Shitake=- disse...

Oia a Natoka disse muito em poucas linhas rs Mas creio eu jah vi esta menina naum sei aonde ?_? XD

Nathalia Barbosa disse...

Rs Obrigada Sr. Shitake, acho q vc ja viu essa menina sim XD